Guincho elétrico: as utilidades e a forma correta de uso

O guincho é um equipamento indispensável para se enfrentar uma trilha radical, e é fundamental saber usá-lo com a máxima segurança. Acidentes podem acontecer, por isso confira as dicas para uso do guincho elétrico, o mais popular no universo off-road.

Em primeiro lugar, escolha um guincho compatível com o peso de seu 4×4. Use sempre luvas de couro para manusear o cabo de aço, porque fios soltos podem ferir seriamente suas mãos. Jamais acione o guincho segurando o cabo muito próximo da entrada do carretel, menos ainda durante o resgate. Mantenha as pessoas distantes do cabo e dos veículos envolvidos no resgate. Crianças acionando o guincho? NUNCA.

Ao procurar um ponto de ancoragem como uma árvore, por exemplo, escolha uma o mais à frente e distante possível do guincho, e que também aguente o esforço. Isso vai tirar bastante cabo do carretel, o que ajuda no desempenho do equipamento, que tem rendimento máximo na primeira camada de cabo. Deixe entretanto cinco ou seis voltas enroladas, para que o parafuso de fixação do cabo não rompa com o primeiro puxão.

Coloque agora um tapete do carro, pedaço de lona, folhas de palmeira, galhos ou troncos de árvores em cima do cabo de aço. Ele será esticado sob grande esforço, e se arrebentar poderá chicotear para todo lado. É perigo na certa!

Guinchos elétricos esquentam normalmente com o uso. Confira a temperatura colocando a mão, sem as luvas, na carcaça do motor. Se não conseguir segurá-lo, é porque o equipamento está perto do limite. Dê uma folga para ele esfriar.

O novo guincho da Warn, o 9.5ti Thermometric Winch, vem equipado com sensor de temperatura com monitoração no controle remoto – um grande avanço que ajuda na melhor utilização sem risco de sobre-carga. Minimize o esforço do equipamento utilizando, quando possível, a tração 4×4 e marcha reduzida do veículo encalhado. Não se esqueça que uma patesca dobra a força do equipamento!

O guincho elétrico é acionado através de uma chave elétrica de três posições, o controle remoto. Colocando a chave para baixo recolhe-se o cabo e para cima solta-se lentamente o cabo do carretel. O cabo deve ser recolhido acionando-se o guincho de forma intermitente, ou seja, em períodos de aproximadamente 20 segundos, com um curto intervalo para recomeçar. Alivie o peso do veículo, tire passageiros e se preciso, retire parte da carga.

Embora não seja uma regra é bom que a operação de resgate seja feita sempre em duas pessoas. Enquanto uma manipula o cabo, com as luvas é claro, e monitora o recolhimento no carretel, a outra conduz o veículo em primeira marcha reduzida.

Durante o resgate, o veículo que estiver com guincho deverá ficar parado, com freio acionado e se preciso, ainda, com calços nos pneus para que não seja arrastado de encontro ao veículo encalhado. O motorista do veículo de apoio não deve engatar a marcha à ré, e tentar ajudar o guincho, sob risco de danificar o equipamento com trancos violentos. Se você colocar seu guincho em outro veículo, este deve ter peso suficiente para não ser arrastado, se preciso prenda-o em outro veículo ou árvore com um cabo de aço ou cinta respectivamente.

Para mais informações

www.tecnica4x4.com.br

Deixe um comentário