História: confira a linha do tempo da Hora do Planeta

Tema:Ecologia
Autor: Redação 360 Graus
Data: 27/3/2012

2004

Após se deparar com dados científicos muito graves, o WWF-Austrália começa a examinar novas maneiras de abordar a questão das mudanças climáticas e colocá-las no centro das discussões. O WWF-Austrália se encontra com a agência de publicidade Leo Burnett Sydney para discutir ideias sobre meios de engajar os australianos nas questões das mudanças climáticas.

2005

Uma campanha é concebida com base na esperança e não no medo, e na ideia de que todos poderão assumir sua responsabilidade perante o futuro do planeta que habitamos. O WWF-Austrália e a Leo Burnett Sydney começam a desenvolver o conceito de um ‘apagar de luzes’ em grande escala. O nome dado ao projeto é “O Grande Desligamento”.

2006

A Leo Burnett é incumbida de enfrentar o desafio e produzir uma frase que venha a representar muito mais de que uma mera ação de desligar a luz – nasce a Hora do Planeta. O próprio nome ‘Hora do Planeta’ facilita a expansão da sua influência para ampliar o foco que enxerga além do "Apagar as luzes", para abranger a sustentabilidade.

O WWF-Austrália e a Leo Burnett Sydney levam o conceito de Hora do Planeta à Fairfax Media, solicitando – e conseguindo – apoio para a realização do evento. O prefeito de Sydney, Clover Moore, membro do Parlamento, aceita em conceder apoio. O vídeo de Al Gore, ‘An Inconvenient Truth’ (Uma Verdade Inconveniente) é lançado, chamando a atenção do mundo inteiro para a questão das mudanças climáticas.

O Relatório Stern, que discute os efeitos das mudanças climáticas e o efeito do aquecimento global sobre a economia, é publicado em outubro. Palavras de alerta sobre o que está por vir são emitidas, não por um cientista, mas por um economista alertando os governos no mundo todo sobre os altos custos de se ignorar as ameaças constituídas pelas mudanças climáticas.

31 de março de 2007

O evento inaugural da Hora do Planeta é realizado na cidade de Sydney, na Austrália. De 20h30 às 21h30, 2,2 milhões de habitantes da cidade e 2,1 mil empreendimentos participam. O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) publica um relatório no qual destaca os riscos implícitos na elevação geral das temperaturas, sublinhando, assim, a necessidade de se encontrar soluções urgentemente.

Abril de 2007

Planos são propostos para tornar a Hora do Planeta um evento nacional na Austrália, mas existe grande interesse internacional, também, e muitas cidades começam a se inscrever para a próxima campanha da Hora do Planeta.

29 de março de 2008

A Hora do Planeta é realizada de 20h30 às 21h30 em 371 cidades de mais de 35 países ao redor do mundo. Uma estimativa conservadora coloca o número de participantes em 50 milhões, mas o total pode ter chegado até a 100 milhões de pessoas.

28 de março de 2009

A Hora do Planeta é celebrada no sábado, 28 de março, de 20h30 às 21h30. Centenas de milhões de pessoas em mais de 4 mil cidades em 88 países desligaram suas luzes durante uma hora, formalizando, assim, um mandado popular para a ação no enfrentamento das mudanças climáticas e, de certa forma, iniciando a primeira votação mundial.

Julho de 2009

A campanha ‘Vote na Terra’ lança seu símbolo, conclamando os cidadãos do mundo inteiro a mostrarem seus votos a favor da Terra em face ao aquecimento global.

Novembro de 2009

A campanha 'Vote na Terra', do movimento Hora do Planeta, lança o Orbe do Povo, uma esfera brilhante de prata dentro do qual está um hard-drive com vídeo, imagens e documentos representando as centenas de milhões de pessoas que votaram na Terra, num apelo para ação no enfrentamento das mudanças climáticas.

Na qualidade de uma representação tangível dos povos do mundo, o Orbe do Povo é levado de mão em mão, num revezamento de Sydney a Copenhague, passando pelas mãos de muitos, entre eles, ícones do mundo do rock e ex-chefes de Estado.

Dezembro de 2009

A consciência mundial em relação às mudanças climáticas alcança níveis inéditos durante o encontro histórico de 192 nações na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas em Copenhague, Dinamarca. A campanha ‘Vote na Terra’ culmina no dia 16 de dezembro com a Hora do Planeta Copenhague.

O Orbe do Povo é entregue aos cuidados do chefe de gabinete da ONU para ser apresentado perante os líderes mundiais. No plenário, o Orbe ocupa o centro das atenções ao lado de secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e diante do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; do primeiro-ministro da Dinamarca, Lars Løkke Rasmussen; da presidente da Conferência e Ministra do Clima, Connie Hedegaard, além de mais de 100 chefes de Estado.

27 de março de 2010

A Hora do Planeta é celebrada no sábado, 27 de março, de 20h30 às 21h30 e consegue se transformar num apelo global para a ação, para assumir responsabilidade e para liderança rumo a um futuro sustentável. Um número recorde de países – 128 – e territórios participa, apagando edifícios famosos e monumentos icônicos na Ásia, Europa, África e nas Américas, durante uma hora.

26 de março de 2011

A Hora do Planeta é celebrada no sábado, 26 de março, de 20h30 às 21h30 e, mais uma vez, quebra todos os recordes, desta vez, com 135 países participando. A Hora do Planeta 2011 é a primeira a tentar ir ‘Além da Hora’, induzindo participantes a pensarem em algo mais que poderiam fazer para fazer a diferença.

Beyondthehour.org é lançado para oferecer aos participantes uma plataforma para contar histórias, compartilhar experiências e se comprometerem a fazer mais.

31 de março de 2012

A Hora do Planeta 2012 vai ser realizada no sábado, 31 de março, de 20h30 às 21h30, onde você estiver no mundo. Guarde esta data e acesse earthhour.org frequentemente, para ficar a par do que vai acontecer.

Nesta reportagem:

» Hora do Planeta 2012: São Paulo apagará seus principais monumentos
» Hora do Planeta 2012: saiba como vai ser a mobilização pela Terra
» Hora do Planeta: um evento global
» O que é a Hora do Planeta?
» Vídeo: A Hora do Planeta 2012
» Hora do Planeta 2012 convoca brasileiros a pensar no meio ambiente





© Copyright 1998 - 2012 - 360 GRAUS MULTIMÍDIA
Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na Internet, sem autorização mesmo que citada a fonte.

Compartilhe:


Livros:

Equipamentos:

  • Parati: charmosa, elegante e cheia de histórias de aventuras
    Lugares
    Parati: charmosa, elegante e cheia de histórias de aventuras
  • Parque Nacional de Monte Roraima
    Parques
    Parque Nacional de Monte Roraima
  • Rota dos Sonhos: trilhas, cultura e muita aventura
    Lugares
    Rota dos Sonhos: trilhas, cultura e muita aventura
  • Parque Nacional Marinho dos Abrolhos
    Parques
    Parque Nacional Marinho dos Abrolhos
  • Parque da Restinga de Jurubatiba. Equilíbrio Biológico Global
    Ecoturismo
    Parque da Restinga de Jurubatiba. Equilíbrio Biológico Global
  • Penedo: conheça a bela 'pequena Finlândia' do Brasil
    Ecoturismo
    Penedo: conheça a bela 'pequena Finlândia' do Brasil